PROGRAMAÇÃO

Curso
MAZZAROPI E OUTROS CAIPIRAS
Com Matheus Trunk

Terças-feiras, 3 e 10  de março; 14 e 28 de abril, das 19h às 21h

| Vagas: 40* | 


O curso discute a representação do tipo popular do interior do estado de São Paulo: o caipira, o matuto, o roceiro, passando pelo pintor paulista Almeida Júnior (1850-1889), o escritor, compositor, folclorista e cineasta Cornélio Pires (1884-1958) e seu sobrinho, o compositor, radialista e produtor Ariovaldo Pires, o Capitão Furtado (1907-1979). O curso concluirá este panorama com Amácio Mazzaropi (1912-1981), ator e produtor de 32 longas-metragens de grande sucesso comercial.


Cronograma das atividades:


03/03 - Apresentação do curso. A trajetória do pintor paulista Almeida Júnior (1850-1849), o primeiro artista a abordar os caipiras no século XIX por meio da pintura regionalista. Seu início em Itu, a Academia de Belas Artes, a proximidade com Dom Pedro II, o gosto pela pintura regionalista, a morte precoce.


10/03 - A chegada do caipira a música e discos. A importância de dois paulistas de Tietê. O cineasta, escritor, humorista, produtor e compositor Cornélio Pires (1884-1958), o criador da música sertaneja. Também falaremos do seu sobrinho o compositor, pesquisador e radialista Ariovaldo Pires (1917-1979), o Capitão Furtado. 


14/04 - Os caipiras no cinema. Genésio Arruda e o surgimento de Amácio Mazzaropi (1912-1981). Sua trajetória no circo, rádio e TV. As diferentes fases dentro do cinema: Vera Cruz, Cinearte, produção independente, o surgimento da PAM Filmes. O fortalecimento da PAM Filmes com a associação com o cineasta e diretor de fotografia Pio Zamuner (1935-2012).


28/04 - Exibição do longa-metragem O Grande Xerife de Pio Zamuner com a presença do assistente de câmera Virgílio Roveda (Gaúcho) e o ator Castor Guerra que trabalharam no filme. Debate sobre o filme após a exibição.


Matheus Trunk é jornalista, escritor e roteirista. É formado em Jornalismo pela Universidade Metodista de São Paulo (2009) e é mestre em Comunicação Audiovisual pela Universidade Anhembi Morumbi (2018). Estuda Sociologia e Política na Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo. É autor dos livros “O Coringa do Cinema” (Editora Giostri, 2013), perfil biográfico do diretor de fotografia Virgílio Roveda e “Dossiê Boca: Personagens e Histórias do Cinema Paulista” (editora Giostri, 2014). O primeiro foi base para o documentário de longa-metragem "O Coringa do Cinema" (2019) do cineasta paulista Sérgio Kieling, produzido pela IMG Content e Aruanda Filmes.


*Inscrições encerradas.

*Haverá emissão de certificado ao aluno que obtiver 75% de frequência na atividade.

*As aulas referentes ao mês de abril serão realizadas em plataforma on-line. 


Foto: Fabricio Brizon